POR QUE O PORTAL ??

Este Blog retrata a difícil convivência com alguém que optou pelo caminho errado em busca do prazer da droga. Sofri sentindo os efeitos de uma doença tão perigosa quanto à dependência química: a Co-Dependência. Passei por muitos sofrimentos e vitórias. Por experiência própria vivida, sei exatamente quais os traços de comportamento, sinais da abstinência, como identificar um adicto por ter convivido tão de perto com este problema . Espero com isso poder levar ajuda a muita gente, transmitindo mais e mais informações sobre este assunto que em minha opinião é tão pouco divulgado.

NOVIDADE: DEPOIMENTO

O PORTAL ESTÁ COM UM NOVO COLUNISTA COLABORADOR- "UM ADICTO EM RECUPERAÇÃO" RELATANDO SEU SOFRIMENTO EM NÃO ACEITAR A SUA ADICÇÃO E A RECUPERAÇÃO QUE VIVE HOJE .(postagens com fundo azul escuro)

"Saiba reconhecer alguns sinais do uso de drogas" - Rádio Estadão AM1290 - com Fabíola Pece

sexta-feira

Relato de quem tomou Ibogaína

Diogo Nascimento Busse, 28 anos, era usuário de drogas. Du­­rante 13 anos, a vida dele foi semelhante à de outros usuários: mesmo estudando e trabalhando normalmente, passava dias fora de casa e chegou a sofrer alguns acidentes. Tentou inúmeros tratamentos psiquiátricos, psicológicos, medicamentos e internações. Nada deu resultado. Sem saída, mas com esperança de largar a dependência, há cinco anos e meio, a curiosidade empurrou Busse para uma substância pouco conhecida no Brasil: a ibogaína.


Substância extraída da raiz da iboga, arbusto encontrado em países africanos,

 a ibogaína é usada para fins terapêuticos no país há mais de dez anos.
 Nesse período, centenas de usuários de drogas usaram o medicamento, 
Diogo foi um deles. Há cinco anos e meio livre do crack, o advogado e 
professor universitário conta como foi a experiência. “Foi um renascimento. 
Foi uma viagem espiritual, de autoconhecimento, expandiu meus horizontes.
 É inexplicável. Hoje eu analiso o passado e não tenho lembranças positivas 
daquele tempo”, diz.
A ibogaína produz uma grande quantidade do hormônio GDNF, que estimula
 a criação de conexões neuronais, o que ajuda o paciente a perder a vontade 
de usar drogas. A ibogaína também produz serotonina e dopamina, 
neurotransmissores responsáveis pelas sensações de prazer.
As imagens que as pessoas enxergam enquanto estão sob o efeito da Ibogaína 
são sonhos. “Não se trata de alucinações, a ibogaína não é alucinógena. 
É como sonhar de olhos abertos, só que durante muito tempo. Durante o 
sono temos apenas cinco minutos de sonhos a cada duas horas. Com a 
ibogaína são 12 horas”.
Não é um milagre
Mesmo que os resultados sejam animadores – a taxa de recaída entre os
 usuários da ibogaína gira em torno de 15%, enquanto nos tratamentos
 convencionais varia entre 80% e 95% – a substância não é um milagre e 
nem faz tudo sozinha. Os pacientes devem passar por três fases. “Avaliação 

clínica e psíquica do paciente. Existe uma fase de desintoxicação. São
 necessários alguns dias de abstinência para o paciente ir para a ibogaína. 
Depois que ele toma, começa uma fase que consiste na reorganização e
 readaptação, com terapia individual e de grupo”.
Ex-usuários de drogas que recorreram à ibogaína foram unânimes em afirmar 
que, depois de tomar a substância, nunca mais tiveram vontade de se drogar. “
Eu nunca mais tive vontade. Aquela fissura desapareceu. A droga é apenas
 uma lembrança, nada mais que isso”, diz um paciente que não quis se identificar. 
A recaída só é possível se o paciente mantiver os mesmos hábitos. 
“Se ele frequentar os mesmos lugares, conviver com os mesmos amigos, achar 
que está imune”.

FONTE: texto extraido do Blog:
ibogainasp.blogspot.com.br

3 comentários:

Grupo de Reabilitação disse...

Texto muito interessante, a recuperação é um fator difícil mas possível, existem muitos métodos e cada pessoa se adapta a um método diferente. Parabéns pelo texto e pelo blog.
http://grupodereabilitacao.com.br/

Rehabiliti disse...

A dependência é algo sério e deve ser tratado com responsabilidade e atenção, inclusive por familiares, isso conta muito para a recuperação.
http://reabilitacaodedrogas.com.br/

Marcos disse...

https://www.kickante.com.br/campanhas/curso-de-conselheiro-em-dependencia-quimica

Ajudem com esta campanha e teremos mais DQ em recuperação.

POSTS MAIS ANTIGOS

CADASTRE SEU E-MAIL