POR QUE O PORTAL ??

Este Blog retrata a difícil convivência com alguém que optou pelo caminho errado em busca do prazer da droga. Sofri sentindo os efeitos de uma doença tão perigosa quanto à dependência química: a Co-Dependência. Passei por muitos sofrimentos e vitórias. Por experiência própria vivida, sei exatamente quais os traços de comportamento, sinais da abstinência, como identificar um adicto por ter convivido tão de perto com este problema . Espero com isso poder levar ajuda a muita gente, transmitindo mais e mais informações sobre este assunto que em minha opinião é tão pouco divulgado.

NOVIDADE: DEPOIMENTO

O PORTAL ESTÁ COM UM NOVO COLUNISTA COLABORADOR- "UM ADICTO EM RECUPERAÇÃO" RELATANDO SEU SOFRIMENTO EM NÃO ACEITAR A SUA ADICÇÃO E A RECUPERAÇÃO QUE VIVE HOJE .(postagens com fundo azul escuro)

"Saiba reconhecer alguns sinais do uso de drogas" - Rádio Estadão AM1290 - com Fabíola Pece

sexta-feira

Preconceito contra usuário de droga é o segundo no ranking


No ranking dos grupos mais repudiados no País, de acordo com pesquisa publicada em fevereiro pela Fundação Perseu Abramo, os usuários de drogas aparecem em segundo lugar no grau de aversão, perdendo apenas para os ateus.
Entre as pessoas que o brasileiro menos gostaria de encontrar na rua, viciados em drogas aparecem em primeiro lugar, na opinião de 35% dos entrevistados.

O levantamento também aponta a existência de intolerância relacionada a orientação sexual e crença religiosa. O preconceito contra o usuário de drogas é acentuado pela escalada da violência relacionada ao tráfico, destacada pela mídia. Muitas pessoas acreditam que todo usuário de droga está ligado ao crime.

Embora o enfoque da sociedade em relação às drogas esteja em questões de segurança e repressão, este é um problema de saúde pública. A dependência química já é considerada uma epidemia.

O preconceito e a marginalização do usuário atrapalham o tratamento. Muitos não se aceitam como dependente químico e relutam em buscar apoio. Quando finalmente o fazem, a situação pode já estar fora de controle.

Vergonha
Um dos obstáculos para o tratamento  da dependência química é a vergonha dos familiares em aceitar que a droga é um problema naquele lar. Quando o dependente é encaminhado para o tratamento, os familiares sentem-se envergonhados perante os vizinhos.

O  dependente químico causa preconceito porque a questão é cercada de valores e conceitos morais. Apesar disso, quase todas as famílias têm algum dependente químico, seja de drogas ilícitas, álcool, cigarro ou drogas lícitas, os medicamentos.
Atualmente, os casos mais graves estão relacionados ao consumo do crack, droga que causa alto grau de dependência, e com muita rapidez. Já não é uma droga que afeta somente o adolescente. Independentemente da classe social, hoje temos muitos idosos utilizando crack, principalmente aqueles que já tinham um histórico de alcoolismo.
O crack é uma droga que causa fissura durante o uso, ou seja, enquanto a pessoa está fumando, já sente vontade de utilizar ainda mais. O dependente químico perde totalmente a capacidade de controle.


Nenhum comentário:

POSTS MAIS ANTIGOS

CADASTRE SEU E-MAIL