POR QUE O PORTAL ??

Este Blog retrata a difícil convivência com alguém que optou pelo caminho errado em busca do prazer da droga. Sofri sentindo os efeitos de uma doença tão perigosa quanto à dependência química: a Co-Dependência. Passei por muitos sofrimentos e vitórias. Por experiência própria vivida, sei exatamente quais os traços de comportamento, sinais da abstinência, como identificar um adicto por ter convivido tão de perto com este problema . Espero com isso poder levar ajuda a muita gente, transmitindo mais e mais informações sobre este assunto que em minha opinião é tão pouco divulgado.

NOVIDADE:


No menu acima acesse : "PROFISSIONAIS EM DEP. QUÍMICA" e tenha acesso a várias especialidades com todos seus contatos

"Saiba reconhecer alguns sinais do uso de drogas" - Rádio Estadão AM1290 - com Fabíola Pece

terça-feira

Como lidar com um dependente na família

O consumo das drogas vem aumentando cada vez mais. O problema se torna muito maior quando descobrimos que alguém  muito próximo está envolvido. Ver alguém passar por essa situação não é fácil. Só quem já passou sabe dizer isso. Mais difícil ainda é querer ajudar e não saber como.

Veja algumas dicas de como lidar com essa situação:
·   Pare de proteger o dependente dos problemas que ele se envolve. Dê-lhe oportunidade para ver as conseqüências desastrosas de seu vício. Isso aumenta as chances da pessoa enxergar que o uso das drogas não leva a nada. Quanto mais acobertar o problema menos chance de cair na realidade o dependente terá.·   
Converse na hora apropriada, em que ambos estejam calmos. Não adianta conversar e brigar na hora .que o dependente está sob o efeito da droga. Ambos podem acabar se magoando com a conversa na hora errada.
·   Mostre sempre sua preocupação e demonstre seu apoio total.
·   Comente as conseqüências de não ir atrás de uma ajuda especializada. Fale que caso se recuse a procurar ajuda, algumas providências serão tomadas. . As pessoas quando usam drogas ficam agressivas e podem até machucar você inconscientemente
·   Esteja preparado a qualquer momento para ajudar e sempre demonstre isso. Procure entender as causas, conseqüências da doença. Assim que a pessoa pedir ajuda, estenda seu braço e prontifique-se para ajudá-la.   

IMPORTANTE: 

Não faça nenhum tipo de ameaça. Se a pessoa se sentir intimidada, será muito mais difícil aceitar ajuda. Vá com calma, lembre-se que ela está passando por um momento difícil.Lembre-se que a melhor saída é procurar orientações com pessoas especializadas em dependência química. Busque ajuda em Grupos de Ajuda Mútua. Ninguém  eles para mostrar o caminho a ser seguido e 
que podem ajudar no entendimento sobre os danos causados pelos consumos das drogas, tanto para o usuário como para os envolvidos diretamente no problema. 

Nenhum comentário:

POSTS MAIS ANTIGOS

CADASTRE SEU E-MAIL