POR QUE O PORTAL ??

Este Blog retrata a difícil convivência com alguém que optou pelo caminho errado em busca do prazer da droga. Sofri sentindo os efeitos de uma doença tão perigosa quanto à dependência química: a Co-Dependência. Passei por muitos sofrimentos e vitórias. Por experiência própria vivida, sei exatamente quais os traços de comportamento, sinais da abstinência, como identificar um adicto por ter convivido tão de perto com este problema . Espero com isso poder levar ajuda a muita gente, transmitindo mais e mais informações sobre este assunto que em minha opinião é tão pouco divulgado.

NOVIDADE: DEPOIMENTO

O PORTAL ESTÁ COM UM NOVO COLUNISTA COLABORADOR- "UM ADICTO EM RECUPERAÇÃO" RELATANDO SEU SOFRIMENTO EM NÃO ACEITAR A SUA ADICÇÃO E A RECUPERAÇÃO QUE VIVE HOJE .(postagens com fundo azul escuro)

"Saiba reconhecer alguns sinais do uso de drogas" - Rádio Estadão AM1290 - com Fabíola Pece

quarta-feira

Crack, perigo em todas as camadas sociais

Grande parte dos pacientes é do sexo masculino, na faixa etária de 25 a 30 anos. O tratamento do crack é mais prolongado e requer muita atenção e integração com a família.

Como o crack é inalado na forma de fumaça, ele chega ao cérebro muito mais rápido que a cocaína, que é cheirada em pó. A substância pode chegar ao cérebro e criar a sensação de prazer em até 15 segundos, enquanto a cocaína em pó inalada leva de dez a 15 minutos para surtir o mesmo efeito. O prazer do crack pode durar de cinco a 15 minutos, o que obriga o viciado a consumir cada vez mais a droga. 

Os dependentes de classe média têm suporte social maior, como o apoio familiar, ajuda da esposa, dos pais, possuem um suporte financeiro melhor, têm emprego. Tudo isso conta muito para a recuperação deles, afirmou o especialista. Já pessoas mais carentes, muitas vezes têm uma família desestruturada. Sem apoio dos familiares, elas acabam voltando a usar o crack. 

Assista o vídeo abaixo:


Nenhum comentário:

POSTS MAIS ANTIGOS

CADASTRE SEU E-MAIL