POR QUE O PORTAL ??

Este Blog retrata a difícil convivência com alguém que optou pelo caminho errado em busca do prazer da droga. Sofri sentindo os efeitos de uma doença tão perigosa quanto à dependência química: a Co-Dependência. Passei por muitos sofrimentos e vitórias. Por experiência própria vivida, sei exatamente quais os traços de comportamento, sinais da abstinência, como identificar um adicto por ter convivido tão de perto com este problema . Espero com isso poder levar ajuda a muita gente, transmitindo mais e mais informações sobre este assunto que em minha opinião é tão pouco divulgado.

NOVIDADE:


No menu acima acesse : "PROFISSIONAIS EM DEP. QUÍMICA" e tenha acesso a várias especialidades com todos seus contatos

"Saiba reconhecer alguns sinais do uso de drogas" - Rádio Estadão AM1290 - com Fabíola Pece

terça-feira

O isolamento do dependente químico

A Reaproximação social é importante no tratamento anti-drogas

Um dos fatores de vulnerabilidade mais intensos em relação ao consumo de drogas é o isolamento social. Ele ocorre quando o dependente quí­mico é privado das relações com determinados membros de uma sociedade. O processo pode ocorrer tanto pelo internamento do indiví­duo quanto pelo preconceito, que leva a sociedade a se afastar dos dependentes.
Diferente da exclusão praticada pela sociedade que, geralmente, não aceita conviver com dependentes quí­micos o isolamento em hospitais psiquiátricos ou clí­nicas de tratamento de dependentes quí­micos é feito mediante vontade do paciente ou, em casos extremos, forçado pela famí­lia e equipe médica. Entretanto, o tratamento dos dependentes busca, além da desintoxicação, a re-inclusão social do usuário, com a aproximação da famí­lia e trabalhos com psicólogos e outros especialistas.

Um exemplo de tratamento de reaproximação social é o praticado no Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD), um projeto de diretrizes nacionais que tem a intenção de substituir o hospital psiquiátrico. O serviço público municipal de atendimento oferece em seu espaço auxí­lio à saúde mental com uma perspectiva de inclusão social e reabilitação. Em Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba, médicos e especialistas atendem dependentes quí­micos da rede pública.

Nenhum comentário:

POSTS MAIS ANTIGOS

CADASTRE SEU E-MAIL