POR QUE O PORTAL ??

Este Blog retrata a difícil convivência com alguém que optou pelo caminho errado em busca do prazer da droga. Sofri sentindo os efeitos de uma doença tão perigosa quanto à dependência química: a Co-Dependência. Passei por muitos sofrimentos e vitórias. Por experiência própria vivida, sei exatamente quais os traços de comportamento, sinais da abstinência, como identificar um adicto por ter convivido tão de perto com este problema . Espero com isso poder levar ajuda a muita gente, transmitindo mais e mais informações sobre este assunto que em minha opinião é tão pouco divulgado.

NOVIDADE:


No menu acima acesse : "PROFISSIONAIS EM DEP. QUÍMICA" e tenha acesso a várias especialidades com todos seus contatos

"Saiba reconhecer alguns sinais do uso de drogas" - Rádio Estadão AM1290 - com Fabíola Pece

quarta-feira

Adaptar os compromissos à minha recuperação...



Lembro-me de que no começo da minha freqüência em salas de grupos de ajuda, cheguei até a sala totalmente destruído e desacreditado de mim mesmo, sem saber mais quem ou no que eu havia me transformado, derrotados pelas drogas e muito perto de uma demência sem volta eu me agarrei por identificação total com tudo o que estava sendo dito e com tudo que estava escrito ali dentro daquela reunião, esta identificação me fez criar uma esperança de que eu poderia voltar a ter uma vida de novo, com isso continuei voltando por um ano sem falhar um dia, fui em 365 reuniões em busca na verdade de me encontrar, depois deste tempo de freqüência comecei graças a Deus, ter outras atividades e responsabilidades, e a retomar a minha vida limpo, com a minha vida de volta eu tinha por obrigação voltar a conviver na sociedade, aquela que eu havia me isolado e sofrido com o isolamento, mas em momento algum eu posso esquecer da minha recuperação , lembrando sempre que a doença que eu tenho é extremamente inteligente e sagaz, ela vai me dar total condição de acha que estou “curado” para poder me dar uma rasteira e me colocar na insanidade novamente, por isso eu tenho que ter um respeito muito grande pela doença que eu tenho, e coloca-la em seu devido lugar todos os dias, por que o que ela esta esperando é exatamente isso, eu acreditar que tenho o controle de novo da minha vida e esquecer de que ao chegar a minha primeira reunião em um grupo de ajuda, eu não sabia mais em que havia me transformado, hoje procuro colocar a minha recuperação em primeiro lugar, antes de tomar qualquer decisão eu faço um análise muito bem feita se estou tomando a decisão certa ou fazendo o que a doença adoraria que eu fizesse,  porque a minha doença nunca foi o uso de drogas e sim o uso dos meus comportamentos errôneos que me levaram a um descontentamento tão grande que eu fui usar substâncias que me anestesiassem o fracasso das minhas atitudes mais corretas, por isso hoje se eu quiser manter os beijos do meu filho em meu rosto, o olhar da minha companheira, o olhar da sociedade e o respeito por eu mesmo, tenho que colocar a minha recuperação a frente de todos os compromissos que graças a recuperação eu tenho, se não fizer isto em pouquíssimo tempo estarei de novo sem saber o que ou quem eu sou...

DCAF

Nenhum comentário:

POSTS MAIS ANTIGOS

CADASTRE SEU E-MAIL