POR QUE O PORTAL ??

Este Blog retrata a difícil convivência com alguém que optou pelo caminho errado em busca do prazer da droga. Sofri sentindo os efeitos de uma doença tão perigosa quanto à dependência química: a Co-Dependência. Passei por muitos sofrimentos e vitórias. Por experiência própria vivida, sei exatamente quais os traços de comportamento, sinais da abstinência, como identificar um adicto por ter convivido tão de perto com este problema . Espero com isso poder levar ajuda a muita gente, transmitindo mais e mais informações sobre este assunto que em minha opinião é tão pouco divulgado.

NOVIDADE:


No menu acima acesse : "PROFISSIONAIS EM DEP. QUÍMICA" e tenha acesso a várias especialidades com todos seus contatos

"Saiba reconhecer alguns sinais do uso de drogas" - Rádio Estadão AM1290 - com Fabíola Pece

quarta-feira

EGOCENTRISMO


  
O que é egocentrismo? É a crença de que o mundo gira a nosso redor. Nossos desejos, nossas exigências são as únicas que merecem consideração.
Nossas mentes egocêntricas acreditam ser capazer de conseguir tudo o que querem, simplesmente lançando mão de seus próprios truques. O egocentrismo presume total auto-suficiência.

Dizemos que o egocentrismo é a parte espiritual de nossa doença, porque uma mente egocêntrica não pode conceber nada maior ou mais importante do que ela própria. Mas existe uma solução espirtual para nossa doença espiritual: os Doze Passos de A.A. (Alcoólicos Anônimos) e N.A. (Narcóticos Anônimos). Os passos nos afastam do egocentrismo, centrando-nos em Deus.

A essência espiritual de nossa doença é o egocentrismo. Para lidar com outras pessoas, nossa adicção só nos ensinou o egoísmo – queríamos o que queríamos e quando queríamos. A obsessão por nós mesmos estava profundamente enraizada em nossas vidas. Em recuperação, como desenraizamos a auto-obsessão?

Revertemos os efeitos de nossa doença aplicando alguns princípios espirituais muito simples. Para agir contra o egocentrismo de nossa adicção, aprendemos a aplicar o princípio da boa vontade. Em vez de procurar servir apenas a nós mesmos, começamos a servir aos outros. Em vez de pensar somente sobre o que podemos tirar de uma situação, aprendemos a pensar primeiro no bem-estar dos outros. Quando nos deparamos com uma escolha moral, aprendemos a parar, nos lembrar de princípios espirituais e agir apropriadamente.

A maneira de fortalecer nossa auto-estima não é destruindo os outros, mas ajudando-os a crescer através do amor e de um interesse positivo. Para nos ajudar, podemos nos perguntar se estamos contribuindo para o problema ou para a solução. Hoje, podemos optar por constuir em vez de destruir.


Ao começar a “fazer a coisa certa pelo motivo certo”, podemos detectar uma mudança em nós mesmos. Onde antes éramos regidos pela vontade própria, agora somos guiados por nossa boa vontade para com os outros. O egocentrismo crônico da adicção está perdendo seu poder sobre nós. Estamos aprendendo a “praticar estes princípios em todas as nossas atividades”, estamos vivendo nossa recuperação, não nossa doença.

Nenhum comentário:

POSTS MAIS ANTIGOS

CADASTRE SEU E-MAIL